SÉRIE – O QUE FAZER QUANDO... TODOS VIRAM AS COSTAS?

 

Quarta parte: TEMA: O AMOR QUE NUNCA SE ACABA

 

Pr. Noidy Barbosa de Souza (SHALOM 26/10/03)

“Deus é amor”

I João 4:8

 

“Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”

João 3:16

 

“Vejam como é grande o amor do Pai por nós! O seu amor é tão grande, que somos chamados de filhos de Deus e somos, de fato, seus filhos”

I João 3:1 – LH

P Enquanto pesquisava, preparando-me para esta mensagem, entrei em um site de busca: “AMOR NÃO CORRESPONDIDO”. Surpresa! Páginas e páginas de desilusões. Quanta gente sofrendo. Um garoto escreveu: “Eu acho que esta é uma das piores situações da nossa vida, se não for a pior. A gente não sabe o que fazer ...”.

P Encontrei até um site:  da ADA – Associação dos Dependentes de Amor

P Quanta gente sofrida por ter se doado em amor por alguém que lhe virara as costas.

P A Bíblia, pois ela conta a mais linda história de amor. Nada a substitui. É a história de um amor Incondicional, Eterno, Infinito, Imutável, Gracioso. Um amor que se mantém desde início do tempo e que não terá fim.

 

P É o amor de Deus, pela sua criatura: o ser humano.

 

I-   DEUS NOS AMOU DESDE A FUNDAÇÃO DO MUNDO.

   

Quando nós abrimos a primeira página da Bíblia, nós encontramos essa demonstração de amor.

 

GÊNESIS 1

 

v. 1 No começo Deus criou os céus e a terra.

v. 2  A terra era um vazio, sem nenhum ser vivente, e estava coberta por um mar profundo. A escuridão cobria o mar, e o Espírito de Deus se movia por cima da água.

v. 3 Então Deus disse: Que haja luz! E a luz começou a existir.

v. 4  Deus viu que a luz era boa ...

 

*    Esse foi o primeiro Dia.

 

P Os vv. 6/10, falam do 2º. Dia e nos relatam que O Senhor criou os céu, o mar e a terra, 

 

v. 10  E Deus viu que o que havia feito era bom.

 

P Nos vv. 11/12, o 3º. Dia, Ele criou os vegetais, as plantas, as árvores frutíferas,

 

v. 12  E Deus viu que o que havia feito era bom.

 

P Nos vv. 14/19, o 4º. Dia, Ele criou o sol, a lua – separou o dia da noite

 

v. 18  E Deus viu que o que havia feito era bom.

 

P Aí vem os vv. 20/21, o 5º. Dia, quando Deus criou as aves, os peixes, os animais marinhos,

 

v. 21  E Deus viu que o que havia feito era bom.

 

P Então, no 6º. Dia, vv. 24/25, Deus criou os animais selvagens os domésticos, os répteis,

 

v. 25  E Deus viu que o que havia feito era bom.

 

P Deus criou tudo como um ninho preparado para receber o ser humano. Eu fico me lembrando dos casais, quando estão esperando a chegada de um bebê. Toda aquela arrumação do enxoval, do quarto, de cada detalhe. Quanto carinho.

 

P Deus estava preparando o universo, para receber a obra do Seu amor. Cada detalhe, Ele confere, e diz: “Está bom!”.

 

- Quando chega a vez do homem, Ele não deixa por menos.

 

v. 27  Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os

         criou.

v. 28  E Deus os abençoou e lhes disse: Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a; ...  vos tenho dado todas as ervas que dão semente e se acham na superfície de toda a terra e todas as árvores em que há fruto ...; isso vos será para mantimento.  E a todos os animais da terra, e a todas as aves dos céus, e a todos os répteis da terra, em que há fôlego de vida, toda erva verde lhes será para mantimento.

v. 31 Viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom.

 

P Você e eu, somos frutos do amor de Deus. Ele nos fez à sua imagem e semelhança. Ele proveu tudo que era necessário para o nosso bem estar e felicidade.

 

- No v. 27, Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou

 

P Essas expressões: “à sua imagem, é mais uma prova do amor de Deus por nós. Ele nos fez tão livres, como Ele, para relacionarmos, para agirmos voluntariamente. Para escolhermos o nosso caminho.

 

P O homem fez uso dessa liberdade e optou por caminhar longe de Deus. No cap. 3., mostra, pela primeira vez, o homem virando as costas para alguém, e justamente para Deus, quem mais lhe ama. Isso trouxe conseqüências terríveis para o ser humano e até para a natureza. Por causa do homem ter virado as costas para Deus, nem o ar que respiramos é mais o mesmo. O homem não aceitou o leito do rio, onde Deus o colocou – desviou-o, entupiu-o. Não concordou com as matas que Ele criou, cortou-a. Provocou poluição, desequilíbrio da natureza. Hora chove demais e mata um monte de gente. Hora, falta chuva e a seca também dizima a raça humana. E ainda temos a coragem de perguntar: Se Deus é amor, porque permite chover tanto em um lugar e faltar chuva em outro?!

 

A Bíblia diz que o maior objeto do amor de Deus, o ser humano, não aceitou nem a forma amorosa criada por Deus para se relacionarem.

 

Romanos 1:26/27

“Pois até as mulheres trocam as relações naturais pelas que são contra a natureza. E também os homens deixam as relações naturais com as mulheres e se queimam de paixão uns pelos outros. Homens têm relações vergonhosas uns com os outros”

 

P Mas o amor de Deus pelo ser humano, não se acaba.

 

Deus detesta o pecado, mas não o pecador. Se Deus detestasse o pecador, Ele não teria morrido por nós.

O que Jesus disse aquela adultera que os escribas e fariseus lhe trouxeram? João 8 “Eu odeio você!”, “Você vai arder no fogo do inferno!”  Não! Ele demonstrou amor.

 

v. 10  Ninguém te condenou?

v. 11   Nem eu tampouco te condeno; vai e não peques mais.

 

Jesus veio para buscar e salvar os perdidos.

 

Deus nos aceita e nos ama, como somos. As vezes se entende, que quem quiser seguir a Jesus, primeiro precisa se libertar de todos os seus pecados e então, vir a Ele. Não é assim. Ele ama você, do jeito que você está. Imagine, Ele dizendo a um alcoólatra: “Você deixe o vício, depois, vem e segue-me”. Não, Ele precisa de Jesus, inclusive para se libertar. Vem, do jeito que você está, que eu te amo e te ajudo.

 

- Uma senhora, decepcionada com a maldade da humanidade, disse: “Não sei porque Deus não acaba logo com essa raça?!”- O Pastor lhe perguntou: “Você tem filhos adolescentes? Eles são todos ordeiros, obedientes?” – “Por que você não acaba com essa raça?” – “Pastor, são meus filhos, eu os amo!” – respondeu a mulher!

 

Essa é a verdade do Evangelho: Jesus nos ama, a tal ponto de estabelecer um plano de redenção e esperança, antes mesmo Dele nos formar.

 

*    A partir da queda do homem, inicia uma nova faze do AMOR DE DEUS. Até então, Deus estava preparando tudo para receber a raça humana. Agora, que o homem lhe vira as costas, como um Ser superior, amoroso, passa a buscar aquele a quem Ele ama e lhe virou as costas.

 

P Durante toda a Escritura, nós vemos Deus, procurando resgatar o homem perdido. O homem, sente as conseqüências por não ter correspondido ao amor de Deus, mas nem sempre reconhece que esse é o verdadeiro motivo de seu sofrimento.  Mas Deus, não desiste e continua amando e buscando a sua criatura.

 

“Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós,

sendo nós ainda pecadores”

 Romanos 5:8

 

II- A MAIOR EXPRESSÃO DE AMOR: JESUS

 

“Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a própria vida em favor dos seus amigos”

João 15:13

 

P Sendo rico, adorado pelos anjos, pelos querubins, pelos serafins, por toda a criatura vivente que o adorava, reverenciava e se prostrava diante Dele, Jesus, O Criador do universo, criador da raça humana, dono de tudo e todos, que tem o mundo na palma de suas mãos, por amor, veio até nós.

 

“pois conheceis a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, que, sendo rico, se fez pobre por amor de vós, para que, pela sua pobreza, vos tornásseis ricos”

II Coríntios 8:9

 

P Trocou o céu, a glória, o esplendor, a adoração angelical, pela palha, pelo feno. Nasceu em Belém, de uma mãe pobre, foi sustentado pelo salário mínimo de um carpinteiro. No Seu ministério, nunca apresentou riqueza e, quando precisava atravessar o mar da Galiléia, usava um barco emprestado. Era servido pelas mulheres que o acompanhavam. E chegou a dizer claramente a um homem que desejava seguí-LO: “As aves do céu têm ninhos, as raposas têm seus covis, mas O Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça” Luc. 9:58. Até quando entrou triunfante em Jerusalém, veio montado num jumentinho emprestado. O túmulo foi emprestado por José de Arimatéia. Nem mesmo isso lhe pertencia. Mas a cruz na qual Ele morreu – já dizia o poeta- “aquela era minha”.

 

P Porém, mais uma vez, alguns decidiram virar-lhe as costas:

 

“A luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz; porque as suas obras eram más” - João 3:19

 

Mas Ele não desiste, porque o Seu amor é:

 

1. Eterno

 

“Com amor eterno eu te amei; por isso, com benignidade te atraí” - Jeremias 31:3

 

2. Desinteressado

 

“mas porque o SENHOR vos amava e, para guardar o juramento que fizera a vossos pais, o SENHOR vos tirou com mão poderosa e vos resgatou da casa da servidão, do poder de Faraó, rei do Egito” Deuteronômio 7:8

 

3. Incondicional

 

“Se somos infiéis, ele permanece fiel, pois de maneira nenhuma pode negar-se a si mesmo”

II Timóteo 2:13

 

III- O AMOR QUE NUNCA SE ACABA.

A história de amor, mais conhecida é a de ROMEU & JULIETA, escrita pelo inglês William Shakespeare. Teria acontecido na Itália do séc. XVI, desafiando as leis e costumes para viver uma paixão proibida, devido à rivalidade das famílias Montechcchio (de Verona) e Capuleto (de Cremona).

P Um critico, faz a seguinte observação: “Sabem porque Romeu e Julieta são ícones do amor?   São falados e  lembrados, atravessaram os séculos incólumes no tempo, 
se  instalando no mundo de hoje como casal modelo de amor eterno ?  Porque morreram e não tiveram tempo de passar pelas adversidades que os relacionamentos estão sujeitos pela vida afora”

- Nem de perto, a história de Shakespeare, se compara a história de amor, entre Deus e a humanidade.

P Qual amor, resistiria:

1.  À traição

“A luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz..” - João 3:19

P “Tem uma hora que cansa!” – Deus não se cansa. Ele insiste

2.  À falta de tempo –

P Quando dos Dez Mandamentos, O Senhor deixou claro: Tudo bem, você vai cuidar das suas coisas, mas quero um tempo exclusivo para mim.

“Guarde o sábado, que é um dia santo. Faça todo o seu trabalho durante seis dias da semana;  mas o sétimo dia da semana é o dia de descanso, dedicado a mim, o SENHOR, seu Deus”

Êxodo 20:8/10

 

3.  Ao desvio de recurso –

 

“Eu, o SENHOR Todo-Poderoso, ordeno que tragam todos os seus dízimos aos depósitos do Templo” Malaquias 3:10

 

*    Mas mesmo assim, Ele não desiste de nós, e ainda diz:

 

“Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar. E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais vós também” João 14:2/3

 

P Ele não desiste, Ele nos quer por perto.

 

P Foi preparar lugar, para estarmos com Ele, eternamente.

 

P Nenhum lugar se equipara àquele que Ele foi nos preparar.

 

*    Quem conhece O Amor de Cristo tem:

 

1.    Alta estima equilibrada. É amado. Não tem aquele complexo de que ninguém me ama, ninguém me quer.

2.    Tem segurança.

3.   Tem esperança

4.    Tem: a)- o passado perdoado (Não tem trauma)

             b)- o presente estável

             c)- o futuro garantido

 

CONCLUSÃO:

 

Vou concluir, contando-lhes uma história.

 

Havia um Missionário chamado David Morse. Ele foi enviado para a Índia para uma série de conferencias evangelísticas. Ele alcançou muito sucesso na conferencia que decidiu iniciar ali, uma igreja.

 

Nessa região da Índia, eles “cultivavam” pérolas. David se tornou grande amigo de um cultivador de pérolas, chamado Rambhau, que desde o início dos trabalhos, passou a frequentar quase todas as reuniões.  David, sempre ia a casa de Rambhau e lia a Bíblia para ele e sua família. Rambhau, acreditava totalmente em Deus e seu  poder e amor por nós. Entretanto, sempre que o Missionário o desafiava para entregar a sua vida a Jesus e ser batizado ele não aceitava.  Uma noite, David disse: Você tem vindo à Igreja, por dois anos e você ama escutar sobre a Palavra de Deus. Diga-me, porque você não quer aceitar a Cristo como seu único Salvador e ser batizado.
O velho olhou para cima e disse: “Seu caminho para o céu, é muito fácil para mim. Se eu tivesse de ir para o céu, por esse  caminho, eu me sentiria como um pobre, inválido. Eu sinto que eu devo fazer alguma coisa para merecer a salvação”.

Assim, o Missionário não conseguia fazer Rambhau entender que Jesus tinha um lugar para ele no céu e que a única maneira era aceitar o que Cristo fez em nosso lugar. No dia seguinte, o velho apareceu na porta da casa de David, com um pequeno cofre em suas mãos, entregou-o ao Missionário e disse: “David, eu decidi que estou  pronto para começar a jornada para o seu céu” O Missionário disse: “que bom, vou te batizar amanhã”.

 

“Você não entendeu, David”, disse o velho. “Vou começar a minha jornada amanhã, para ganhar o meu lugar no céu”. Eu decidi ir para Delhi, de joelhos”.


David, ficou em estado de choque, e disse: “Rambhau, tem 900 milhas, para chegar em Delhi. Seus joelhos não agüentarão”. 


“Eu preciso ir a Delhi. Os imortais vão se agradar com o meu trabalho e eu vou conseguir o céu para mim”.


O missionário discutiu com o velho homem, argumentando pelas Escrituras, que Jesus já havia pago o preço, mas o velho orgulhoso não se convenceu.

O velho voltou seus olhos para o pequeno cofre e disse: “Eu já tive um filho. Ele era cultivador de pérolas assim como eu. Como eu queria que você o conhecesse, Ele era o melhor mergulhador em toda costa da Índia. Ele era o mergulhador mais rápido, com olhos mais afiados, e podia segurar a respiração por mais tempo que eu. Nós sonhávamos em encontrar a perola perfeita; Uma de um bom tamanho sem nenhuma falha ou defeito. Nós nos dávamos muito bem, oh como eu o amava.” Os olhos do velho começaram a lacrimejar e ele continuava: “Era véspera de meu aniversario de 60 anos quando meu filho queria achar a mais bela perola para me presentear. Uma que eu guardaria com muita estima para sempre. Bem, ele encontrou essa perola no último mergulho do dia. Mas quando ele a viu, ele já estava mergulhando por muito tempo. Eu assisti com horror e pânico meu único filho boiando na água, ai eu soube que ele estava morto. E na mão do meu filho, eu encontrei este presente para mim”.


David abriu a caixa e viu a maior perola que já tinha visto. E chorando disse: “Rambhau isso é lindo!”


“Esta pérola é perfeita David” disse o velho homem. Ela é sua agora, pelo amor que tenho por você.


Por um momento, David pensou e disse; “eu deveria ter essa perola Rambhau, eu sei que deveria estar orgulhoso, mas devo pagá-lo por isso, esta bom 10 mil dólares?”


Confuso, Rambhau disse; “David, você não entendeu..... meu filho deu sua vida por essa pérola! Ninguém na terra tem dinheiro suficiente para “comprá-la”. Mas quero dá-la de presente, por amor. Por favor, Não me insulte pedindo para pagar por ela!”


O missionário segurou sua mão e disse; “meu irmão, você não vê?......nesse últimos anos você tem tentado comprar algo de Deus. Algo que Seu Filho pagou com a Sua Vida, para termos como presente. É verdade, ninguém tem dinheiro suficiente para comprar essa perola de você.....mesmo assim você me da pelo seu amor por mim”

“Rambhau, você pode andar de joelhos em volta do mundo mas não será o suficiente para pagar o que Deus fez por você, por amor. O céu já foi garantido a você pelo sangue de Jesus. Tudo que você tem a fazer, é aceitar isso com alegria.”


Rambhau finalmente entendeu a grandeza do amor de Deus por ele. Entregou a Sua vida a Cristo e foi batizado.

 

Essa é a extraordinária mensagem do Evangelho:

 

“Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”

João 3:16

 

P Agora é com você.

 

P O que você vai fazer com esse Amor?

 

P Você pode responder aceito ou não aceito!

 

“Nisto se manifestou o amor de Deus em nós: em haver Deus enviado o seu Filho unigênito ao mundo, para vivermos por meio dele. E o amor é isto: não fomos nós que amamos a Deus, mas foi ele que nos amou e mandou o seu Filho para que, por meio dele, os nossos pecados fossem perdoados. Deus vive unido conosco, e o seu amor enche completamente o nosso coração. E nós mesmos conhecemos o amor que Deus tem por nós e cremos nesse amor. Deus é amor. Aquele que vive no amor vive unido com Deus, e Deus vive unido com ele. Assim o amor em nós é totalmente verdadeiro para que tenhamos coragem no Dia do Juízo, porque a nossa vida neste mundo é como a vida de Cristo. Nós amamos porque Deus nos amou primeiro”

I João 4: 10 e 19